domingo, 26 de outubro de 2008

O computador do MST

Não sei onde está o computador do Miguel Sousa Tavares mas dava tudo para o ter na minha mão. Acho que uma vida inteira dedicada à educação merecia o gozo de poder dizer ao dito senhor que o seu computador estava nas mãos de uma professora que faz parte dos “inúteis mais bem pagos do país”, como ele disse. (aquele ódio visceral à classe docente já raia o patológico)
Dir-lhe-ia, ainda, que não queria mais nada dele em troca da pequena máquina, como ele pediu. Exigiria, somente, desse senhor um pedido público de desculpas a todos os professores a ser veiculado através de todos, mas todos mesmo, os órgãos de comunicação social.
Pena não poder oferecer-me esse prazer…

2 comentários:

Gaivota Maria disse...

Requiem pelo livro que se evolou nas mãos de alguém que deveria conhecer o conteúdo e que por ser inteligente e nosso amigo o fez desaparecer para alívio da comunidade leitora. Obrigada ao ladrão.

Graça Pimentel disse...

gaivota maria
Não te animes muito. O PC ainda vai aparecer e o livro ainda vai dar muito dinheiro ao MST (não do meu, claro)...

beijinho